0

[BEDA 10] Eu assisto: Lost Girl

11.8.15

Eu sei, eu sei! Era pra ter sido postado ontem, mas quando abri o post pra postar e CADÊ A INTERNET? Pois bem. Tudo de volta ao normal aqui em casa, a internet voltou e depois compenso o BEDA até o fim dessa semana (eu já compensei uma vez, lembram?).

Life is hard when you don’t know who you are. It’s harder when you don’t know what you are.
My love carries a death sentence. I was lost for years. Searching while hiding.
Only to find that I belong to a world hidden from humans. I won’t hide anymore. I will live the life I choose.




Sinopse

Lost Girl é um seriado sobre a linda e carismática Bo, um ser sobrenatural chamado de succubus que se alimenta da energia dos seres humanos, às vezes com resultados fatais. Ao se recusar a abraçar o clã sobrenatural e sua hierarquia rígida, Bo é uma renegada que luta pelos oprimidos enquanto procura a verdade sobre suas próprias origens misteriosas.

Personagens principais


Bo (Anna Silk)


Bo é uma súcubo, uma criatura mitológica que utiliza o sexo para se alimentar, se curar e matar. Criada como humana por pais adotivos e muito rígidos, ela foi criada com a ideia de que o sexo de qualquer tipo é um uma coisa ruim. Quando seu “chi” se ativa, sua necessidade interna de ter relações sexuais acidentalmente mata o seu primeiro amor. Traumatizada, Bo deixa sua cidade jurando nunca mais voltar a fazer isso... até que se defronta com os Fae, uma antiga e vasta guerra de ancestrais.

Dyson (Kris Holden-Ried)


Dyson é do grupo dos Fae, e é a luz e o amor de Bo. Como o primeiro sobrevivente após fazer amor com Bo, Dyson trabalha disfarçado para os Fae como policial humano, ajudando a manter em segredo sua comunidade. Não suporta sua paixão por Bo e resiste para não cair nesta tentação todos os dias.

Kenzi (Ksenia Solo)


Artista e ladra, Kensi é uma garota muito inteligente da rua, apesar da pouca idade. Sendo a melhor amiga e única confidente de Bo, usa sua grande genialidade para ajudar sua amiga desesperada. Kensi tem um lado obscuro graças ao seu passado, mas, diferente de Bo, ela se recusa a se misturar e segue como uma sobrevivente intacta.

Lauren (Zoie Palmer)


Criada muito diferente de Bo, Lauren cresceu em uma casa de classe média alta, e é muito mais inteligente e elegante. Trabalha como cientista, porém muitos humanos jamais saberão de sua existência. Lauren oferece seus conhecimentos na medicina a Bo para ajudá-la e protegê-la dos castigos dos Fae.

Trick (Rick Howland)


Trick é o misterioso dono e bartender da taberna The Dal Riata, um local de passagem que serve como território neutro para os Fae locais e onde todos os Fae de passagem devem ser avaliados e mostrar lealdade.

Hale (K.C. Collins)


No mundo humano, Hale é um detetive e companheiro de Dyson. No mundo Fae, ele é um homem “sereia”, capaz de persuadir os outros, através de sua voz atraente. Permaneceu solteiro por toda a vida, e não teme ir atrás da garota mais feia do bar para conhecer a sua melhor amiga. Hale é um policial talentoso cuja maior força é que entende de política, então sempre se esmera para proteger o seu fiel amigo Dyson.

O que eu acho

Sempre que eu recomendo Lost Girl pra alguém, o pessoal já quer comparar com Game of Thrones, por conta das cenas de nudez de GOT e pela Bo ser uma súcubo. Aí eu tenho que explicar que são séries totalmente diferentes, com faixas etárias diferentes e blábláblá... Mas o pessoal continua teimando em fazer uma comparação esdrúxula ¬¬'

O caso é que Lost Girl vai muito além do fato da Bo ser uma súcubo e precisar de alimentar. A série retrata o mundo dos Faes - um mundo totalmente escondido dos humanos -, que é o foco central (apesar da Bo ser a personagem principal).

A história de Bo começa quando ela descobre ser uma súcubo e sai de casa por conta do julgamento dos seus pais adotivos. Ela vive se escondendo, tentando fugir do passado. Até conhecer a Kenzi e o mundo dos fae. Daí em diante, Bo e Kenzi se tornam detetives para combater os fae malvadinhos que andam à solta pela terra. Numa dessas investigadas, elas conhecem Dyson e Hale, que são policiais e usam disso para ajudá-las. Ah, ao conhecer o mundo dos fae, Bo também conhece Lauren, que é médica, e ajuda Bo a controlar melhor sua "dieta".

E pronto! Temos uma daquelas séries que tudo gira ao redor de uma personagem só. Só que não. Quer dizer, pelo menos até meados da 3ª temporada. Depois disso, a série realmente passa a se tratar só da Bo. Mas ainda assim é uma boa série. Os atores são ótimos, e por trás das câmeras, a gente consegue sentir a ligação entre eles. E eu adoro quando o elenco de uma série se dá tão bem assim, dá mais gosto de assistir, sabe?

Além do amor entre o elenco, eu também gosto desse tema sobrenatural que a série retrata, aquele sobrenatural diferente. Claro que tem seus defeitos, como a maior ameaça da 3ª temporada e que a luta foi tão sem sal que nem dá gosto de comentar. Mas, eu gosto bastante da série. As 2 primeiras temporadas são podres de tão paradas, mas depois é só ação, morte, mais ação e mais morte. Depois vem aquela calmaria. Aí a ação volta... Eu também gosto de histórias assim.

Enfim. Como eu dizia, Lost Girl é bem mais do que a alimentação de uma súcubo. A série retrata todo o mundo dos fae, quem é que manda ali, a divisão entre "fae da luz" e "fae das trevas" e as ameaças que os fae representam pros humanos. Eu diria que Lost Girl é uma série diversa, por não ficar só nas lutas dos casos que Bo e Kenzi investigam. Já teve episódio que eu chorei que nem a desgraça, teve episódio que eu ri que nem a desgraça e teve episódio tão dramático que deu vontade de chorar de tão ruim que era!

No começo a série é bem chatinha, focando bastante nas investigações e nos amores da Bo. Mas depois melhora, acreditem! Eu demorei quase um ano inteirinho pra assistir a 2ª temporada, mas em compensação, não demorei mais que dois ou três meses pra ir da 3ª pra 5 ª temporada. E não foi só eu, todos os comentários que eu vi o pessoal dizia a mesma coisa. A gente já pensou em abandonar, mas não dá. Se não é pela Bo, então a gente fica pela Kenzi, que é uma amiga e tanto! Fala sério, todo mundo quer uma amiga dessa.
 
Não chega a ser uma das minhas séries preferidas, mas é uma das que eu mais tenho gosto de assistir. E, sem sombra de dúvida, eu estou perdidamente apaixonada por esse elenco fora da série!

Blogger
Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Voltar ao topo
voltar ao topo