0

[Filme] A última casa (The last house on the left) - 2009

1.11.14

안녕하세요! Apesar de ontem ter recomendado três filmes pro Halloween, eu tava mesmo achando que minha noite ia ser cheia de Friends, Harry Potter ou Senhor dos Aneis. Mas por incrível que pareça, deixei a nerdice de lado e fui ver algum filme que tava passando na tv. E eis que passava "A última casa"... Eu ainda tou na dúvida se o nome é esse ou "A última casa à esquerda", mas não atrapalha em nada no post.


A noite chega na remota casa do lago Collingwood. Mari (Sara Paxton) e sua amiga são raptadas por um fugitivo da prisão e seu bando. Aterrorizada e deixada para morrer, a única esperança de Mary é retornar para sua casa e rever seus pais John e Emma (Tony Goldwyn e Monica Potter). Infelizmente, aqueles que a atacaram, sem saber, foram buscar abrigo no único lugar onde ela imaginava estar segura. E quando a família descobre a horripilante história, eles farão os três estranhos amaldiçoarem o dia em que vieram à última casa à esquerda.

Pra falar a verdade, eu confundi esse filme com outro de nome parecido, aí acabei assistindo mesmo. E eu não gostei muito não. Eu até gosto de filmes com sequestro, mas de preferência, que seja de suspense. Acho que quando tentam fazer terror com uma história dessas, meio que perde a graça. Ah o filme é remake de "Aniversário macabro" de 1972, mas como eu ainda não o vi, não posso fazer nenhum tipo de comparação...

O final foi bem diferente do que eu imaginava, e isso acrescenta pontos. Quer dizer, pelo menos isso acrescenta algum ponto. A personagem da Paige (amiga da Mari e interpretada pela Martha MacIsaac) podia ter sido mais explorada, ela morreu tão cedo que só serviu pra colocar ela e a Mari entre os sequestradores. Mesmo que tenha sido sem querer, foi a impressão que me passou. Sem contar que, enquanto a Mari ficava quieta e bolava alguma coisa, a Paige ficava gritando e se mexendo... E eu acabei me irritando mais que os próprios sequestradores ¬¬' A vingança também podia ter sido bem mais planejada. Foi tão repentina, que me pareceu irreal. Mas as mortes foram bem executadas, mesmo sem planejamento nem nada.

Vou nem citar os sequestradores. Dos três, o "chefe" era o mais notável, era ele quem pensava no próximo movimento do grupo... Meio típico de filme do gênero, onde sempre tem um que pensa mais que os outros e acaba comando tudo. Falando no "chefe", foi exatamente o filho dele que deu a pista do que tinha acontecido pro casal. O coitado tava atormentado com as imagens que viu, e o sofrimento era bem visível. Mas também não vou comentar muito sobre o rapaz, já que eu não senti ele num papel muito notável, apesar de ter sido ele quem colocou as meninas na enrascada.

Os atores são bons e se encaixaram bem com os personagens. A cenografia e fotografia também ficaram ótimas, mas eu fico me perguntando por que cargas d'água filmes de sequestro têm que ser no meio do nada. Já a história, não me comoveu... Ser remake mostra que o tema continua recente, mas eu sinto que os filmes atuais já perderam a graça. Gente, o que foi aquele começo com aquela piada (ou seja o que for) um pouco erótica? Um horror!

Mesmo não gostando muito, o filme ainda conseguiu me prender. Não consegui sair do quarto pra nada antes dos comerciais, eu quando saía voltava correndo pra não perder nenhum pedacinho que fosse... Dou nota 3,5 e recomendo pra quem curte um terror, suspense e drama.

Blogger
Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Voltar ao topo
voltar ao topo